Vídeo: Como uma deusa – festas juninas (parte 2)

11

Correeee, pessoal! Tem vídeo novo no canal! Mostramos um pouco mais das festas juninas que rolaram por aqui. Teve frio, teve eu cantando, teve frustrações, teve comida e comida e comida!

Ah, quero pedir sugestões de lugares que vocês gostariam que a gente fosse e filmasse tudo pra vocês ou, então, sugestões de vídeos! Serão bem vindos e garanto que zoeiras que não vai faltar! 😉

Espero que vocês gostem e se inscrevam em nosso canal para nos ajudar, por favor! <3

 

 

***

Acompanhe o Stuck on Them: Facebook | Twitter | Instagram | YouTube ❤

Amor, independente de como ele for

Google Images

Desde muito cedo, acredito que o amor pode mudar e transformar. Que, através do amor, podemos superar barreiras e caminhos tortuosos. Sempre acreditei que o amor pode salvar, curar, pode fazer nascer esperanças, faz sorrir, faz acreditar, faz sentir algo novo a cada dia.

Um sentimento tão puro, tão lindo e verdadeiro. Um sentimento tão forte, tão grandioso que, muitas vezes, é banalizado, é reprimido, é hostilizado e sofre preconceitos. O que eu não consigo entender é como alguém que ama outra pessoa pode ser reprimido e sofrer preconceitos. Por que? Só porque não condiz com os padrões ~ditados~? Só porque são do mesmo sexo? E daí? O que isso vai interferir na sua vida?

O princípio família é muito grande. É maior do que o masculino e o feminino. Família é amor, independente do sexo e independente da sua opinião preconceituosa. Aliás, esse pré-conceito é algo que você tem definido por algo que JULGA saber, mas não sabe, porque se soubesse, aceitaria. Você que oprime os homossexuais, não sabe, mesmo, o quão grandioso é esse sentimento.

Cresça. Seja mais do que uma opinião formada e pautada por ideologias e filosofias que, às vezes, elas mesmas se contradizem. Seja mais, seja amor. Se liberte daquilo que é prejudicial, pois preconceito é prejudicial e pessoas morrem por causa disso – não é exagero, não é tentativa de chamar a atenção. Celebre o amor, independente de como ele for.

Termino com uma frase que vale a pena se pensar. Que muitos pregam e seguem seus princípios, mas não fazem ideia de sua imensidão:

“Ame a teu próximo como a ti mesmo e não faça aos outros o que não quer que façam contigo.” – Jesus Cristo

Glambox NuSpace (Maio/2015)

Olá, meninas!

Venho meio atrasada mostrar o que chegou em mais uma caixinha da Glambox! Muitas pessoas perguntam se vale a pena, se o preço compensa e eu vou dizer o que acho. A Glambox é um ótimo serviço para quem curte conhecer coisas novas do mundo dos cosméticos e maquiagens. A caixinha vem com produtos em miniaturas e alguns full size e, pra mim, valem a pena! 😉

DSC_0095

Agora, vamos conferir o que veio de legal neste mês?

♥ Lenços removedores de maquiagem – Belliz
Os Lenços Removedores de Maquiagem Belliz limpam e removem completamente a maquiagem sem irritar a pele. Contêm extrato de Aloe Vera e Vitamina B5 em sua fórmula, que proporcionam hidratação suave para a pele.

DSC_0103

♥ Pads Esfoliantes – Belliz
Os Pads Esfoliantes para limpeza facial da Belliz são discos de algodão e poliéster que contém pequenas partículas esfoliantes com loção Aloe Vera para limpar e remover as células mortas de forma suave e nutritiva para a pele. Únicos e exclusivos em território nacional, os pads são fabricados na Alemanha e possuem tecnologia de partículas esfoliantes patenteada.

DSC_0097 DSC_0101

♥ Normaderm Sabonete de Limpeza Profunda – Vichy
O Normaderm Sabonete de Limpeza Profunda é um sabonete dermatológico indicado para a limpeza diária de peles oleosas a acneicas, até mesmo as mais resistentes. Ele possui em sua formula três ativos reconhecidos pela dermatologia (LHA, Ácido Salicílico e Ácido Glicólico) que juntos formam um poderoso complexo de combate ao brilho e ao excesso de oleosidade, além de desincrustar os poros.

DSC_0111

♥ Hidratante Corporal – Ligia Kogos
Hidratante para todo tipo de pele, previne o envelhecimento das células, hidrata as camadas mais profundas da pele de forma intensa e prolongada. Tem efeito antioxidante e calmante para a pele.

DSC_0113

♥ Lenços Removedores de Esmalte – Ricca

DSC_0109

♥ Protetor Solar Toque Seco FPS 50 – Vichy
Desenvolvido para a pele brasileira, Capital Soleil Toque Seco FPS 50 é o produto ideal para uso no dia a dia. Com micropartículas ultra secantes de sílica, a fórmula reduz os poros, controla a oleosidade e ainda proporciona absorção imediata, com textura seca e ação antibrilho duradoura.

DSC_0114 DSC_0115

♥ Esmalte Hits Speciallità – Hits
Os melhores esmaltes do Brasil com durabilidade incrível, cores inovadoras e um gostinho de quero mais, seja qual for a sua idade.

DSC_0104 DSC_0107

♥ Loção Corporal Hidratante – Weleda
Loção Corporal Hidratante Refrescante de Citrus – revigora e hidrata a pele. Sua fórmula com aloe vera – cultivada sem agrotóxicos ou adubos químicos , possui óleo de coco e óleo de semente de gergelim, hidrata e nutre a pele. Sua fragrância agradável de limão desperta e revigora o ânimo e os sentidos.

DSC_0112

Quem aí curtiu? Já conheciam algum desses produtos? Contem pra mim! Logo mais terá resenha de alguns deles aqui no blog! 😀

Um beijo e até mais!

***

Acompanhe o Stuck on Them: Facebook | Twitter | Instagram | YouTube

Palavras

what

Quando eu tinha 14 anos, comecei a escrever histórias. Sem nexo, engraçadas, histórias que faziam passar meu tempo. Eu era fanática por juntar um monte de palavras e formar histórias e mais histórias.

Aos 16-17 anos, fui fazer um teste vocacional. Era aquela época chata que, saindo da adolescência, eu tinha que decidir o que eu seria pro resto da minha vida. Mas pra mim, tava mais que claro: queria algo que envolvesse palavras e mais palavras, letras, frases, um mundo inteiro de signos e fonemas. Eu queria ser jornalista, eu sonhava com isso desde meus 14 anos. E o exame vocacional, é claro, deu isso.

Nesta época, também lembro que havia uma caixa, com várias folhas de cadernos dobradas e cada um contava uma história diferente. Contava um pouco do meu dia, da minha paixonite por algum carinha do colégio, do meu primeiro beijo. Escrevia sensações, pernas bambas e corações acelerados. Escrevia tristezas e lágrimas de um coração jovem partido. Escrevia sobre quando me chamavam de gorda e eu me reprimia por isso. E me reprimia sobre minha aparência, minha falta de curvas, meus aparelhos dentários e minha cara espinhenta. Escrevia sobre meu amor platônico pelo Billie Joe e, depois, pelo Tom Fletcher.

Mas escrever em folhas não era o suficiente. Eu queria que as pessoas me ouvisse e lessem aquilo que eu me dedicava tanto com o coração e com a alma. Sonhos de uma jovem insegura, mas tão segura naquilo que fazia por amor. Daí surgiu o blog – sim, esse mesmo que você, caro leitor, está lendo.

As palavras me seguiram desde sempre. Do colégio, fui pra faculdade. O sonho de falar, escrever e expor só cresceu. As palavras vinham de uma maneira fácil, leve. Mas, o primeiro emprego surgiu. A faculdade apertou. O blog ficou de lado. Meu amor pelos livros crescendo, mas as palavras me abandonaram. Fiquei muda. Sem ação. Sem escrever, sem sentir. Apática. Nem as cartinhas de amor que escrevia para meu namorado tinham tanto sentido. Pra mim, soavam sem originalidade. Onde estaria minhas palavras? Onde estaria aquela Priscila?

Percebi então, que elas cresceram junto comigo. Elas estão aqui e, às vezes, aparecem de supetão. Mas ficam ofendidas quando subestimam o valor que têm – ou, então, quando subestimam minha capacidade. Colocando toda essa enxurrada de pensamentos para fora, ainda me vejo deitadinha na cama com um caderno velho, escrevendo meus melodramas, sonhando com o dia em que eu viajaria pelo mundo para conhecer novos lugares e escrever sobre eles. Um mundo de palavras e sonhos.

Depois de hoje, percebi que elas continuam com a força que sempre tiveram, só que agora, elas podem ter o poder que eu quero que elas tenham. As palavras podem ferir, as palavras podem machucar. E sinceramente? Eu não tenho mais medo de falar.

***

Acompanhe o Stuck on Them: Facebook | Twitter | Instagram | YouTube

Vídeo: Dia dos Namorados dos gordos

1

Olá, pessoal!

Quem teve um dia dos namorados pra lá de especial levanta a mão! o/
Esse ano, Tico e eu combinamos de irmos para um lugar tranquilo comer… cachorro-quente! Na verdade, a gente até cogitou de ir na Cachaçaria Água Doce comer o escondidinho de carne seca divino que tem lá, PORÉM, só de pensar no quão lotado aquele lugar estaria e o risco da gente ficar horas esperando na fila – como já aconteceu nos anos anteriores-, nos desanimou um pouco.

Resolvemos ser práticos, econômicos e ficamos de boa lá na praça aproveitando a noite, falando besteiras e saboreando o melhor cachorro-quente da nossa querida região! Se você for de São Carlos, Ibaté, Araraquara, vale a pena parar lá na barraquinha do Tio! 😉

Confiram o vídeo que mostra um pouquinho da nossa noite! Espero que vocês gostem! (PS: aos pouquinhos estou perdendo a vergonha, gente! Quase lá!).

***

Acompanhe o Stuck on Them: Facebook | Twitter | Instagram | YouTube