A primeira vez que ouvi minha banda favorita

GDAY 14

Em meados de 2004, eu não tinha um gosto musical definido. Curtia o que rolava na rádio, na tv. Não tinha a Internet na minha rotina para poder descobrir coisas novas – e bandas novas.

Eu, uma mera garota nos auge dos seus 12 anos, não tinha muita noção de comprar cds e das bandas do momento. Mas bem, eu estudei em uma escola particular, onde novidades chegavam rápido. Certo dia, voltando do intervalo, em uma semana particularmente fria e chuvosa (isso não é pra efeito de dramaticidade), uma amiga muito querida perguntou se eu estava afim de conhecer uma banda com “músicas bem legais” do momento. Eu topei, claro, e ela disse, então, que gravaria um cd pra mim.

Veja bem, naquela época eu tinha um radiozinho que tocava cds a Rouge. Foi uma reviravolta quando, depois que ela me entregou o cd gravado entitulado “American Idiot – Green Day”, eu passei a escutar as músicas com suas guitarras, baixos e bateria, uma coisa totalmente diferente do meu mundo pop.

E como toda boa adolescente com uma recém paixão descoberta, eu fui na ondinha de me vestir como uma… ahn… “punk de boutique”, idolatrando o seu ídolo ao máximo, pendurando posteres por todo canto do quarto, desenhando letras de músicas e criando apelidos toscos que foram utilizados por muitos anos no meu nickname –  que por acaso, era punk girl… – e jurava de paixão que o único homem que eu amaria na vida seria o Billie Joe. Quantas vezes eu não coloquei um cd e não chorei de emoção? Pois é…

Enfim, o Green Day pautou uma grande mudança em minha vida. Mas ao mesmo tempo, percebi que não podemos deixar de encarar novas oportunidades e conhecer novas músicas. Afinal, a vida é feita de novas oportunidades. Devo confessar que ainda mantenho a maioria de músicas deles na minha playlist. Uma pena, somente, que o tal do cd gravado tenha ido embora assim que eu consegui comprar todos os originais. Ele tinha até um super risco, e não tocava mais a partir dali… Bons tempos. <3

***
Este post faz parte da blogagem coletiva do Rotaroots, um grupo de blogueiros saudosistas que resgata a velha e verdadeira paixão por manter seus diários virtuais. Quer participar? Então faça parte do nosso grupo no Facebook e inscreva-se no Rotation.

***
Acompanhe o Stuck on Them: Facebook | Twitter | Instagram

Posted by

Livros lidos (1/2014)

O primeiro semestre deste ano passou voando! Eu não sei se é pelo fato de que estou muito mais ocupada, mas quando percebi, já é quase agosto! Até o momento, minhas leituras estão bem devagar, por conta de ser meu último ano de faculdade + Tcc + trabalho!

Até agora, minhas leituras foram:

IMG_0960

IMG_0719

Releitura / Resenha

 

Está faltando Man Reppeler, que logo entra resenha no blog e atualizo por aqui.

E vocês? Quais e quantos livros já leram esse ano? Conta pra mim!
Beijão e até mais! :*

***

Acompanhe o Stuck on Them: Facebook | Twitter | Instagram

Posted by

Minha TBR Book Jar

Se tem uma coisa que acontece sempre comigo, é a demora para escolher qual livro ler. Perco muito tempo não decidindo qual será minha próxima leitura e, às vezes, vou deixando de lado vários livros.

Uma vez, vi que muita gente tava entrando na onda da TBR Book Jar então, resolvi fazê-la. Vou te contar: deu uma trabalheira danada de pegar o nome de todos os livros que eu tenho e que não li ainda. Mas bem, o resultado ficou bem fofinho.

DSC_0001

Para quem não sabe, o TBR é:

“O TBR é uma abreviação da frase em inglês To Be Read, que em português é a nossa famosa lista Para Ler, e as palavras book e jar significam, respectivamente, livro e jarro. Assim, em resumo, TBR Book Jar quer dizer, basicamente, Jarro de Livros Para Ler.”

Para que ele serve?
A verdade mesmo é que ele tem um nome bem auto-explicativo, mas este mesmo nome não explica exatamente COMO é possível diminuir a sua pilha que a cada mês que passa, parece só aumentar. Acredito que 99,99% da pessoas como eu, adoram ler tenham uma estante de livros, em casa ou no e-reader, e compram no calor do momento, mas por um motivo ou outro, tenham deixado esses livros para serem lidos depois. O problema é que com o passar do tempo, aqueles livros continuam ali e a pilha daqueles que estamos para ler magicamente se multiplica.

Então, a TBR Book Jar  serve para “forçar” a ler aquele livro que está parado na sua estante há tempos (no meu caso, anos rs) e com isso, liberar mais espaço na sua estante!

DSC_0003

Claro que não se passa de uma brincadeira, mas elas também tem regrinhas, vejam só:

  • Não coloque livros que você gostaria de ler, mas não o tem;
  • Não coloque os livros dos amigos;
  • Livros com prazo de leitura não devem ser colocados;
  • Se você comprou mais livros, coloque o nome no jarro;
  • Se você sortear um livro, é este livro que você lerá (e não pode trocar de tirinha até aparecer o que você quer ler), a menos que você sorteie um que você já tenha lido. Daí você retira essa tirinha e pega uma nova.

E aí você pode ir colocando novas regras de acordo com sua necessidade/vontade. Eu, por exemplo, estou há tempos sem comprar livros novos, e por enquanto (ou até a bienal chegar hehehe) não pretendo comprar mais.

Se interessou e quer brincar? Veja só como faz:

1°) Faça uma lista dos livros na sua estante que não foram lidos. Não se esqueça que tem que ser seguindo aquelas regrinhas obrigatórias!

DSC_0009

2°) Corte esta lista em tirinhas. O importante é que estas tirinhas possam ser dobradas escondendo o nome dos livros, então você pode dobrar de qualquer forma! A graça é que você pode escrever os nomes de formas enfeitadas e cortar essas tirinhas em papéis coloridos para ficar mais bonitinho dentro do recipiente que você vai usar.

DSC_0010

3°) Arranje um recipiente que funcionará como um jarro. Pode ser um jarro mesmo (transparente ou não) ou um pote de sorvete (vazio, óbvio) ou uma caneca ou uma caixinha. A única coisa necessária é que todas as tirinhas caibam. Muita gente usa o TBR Book Jar como um enfeite no quarto ou na estante ou na sala, então o negócio é você saber se ele será apenas funcional ou será ele também será útil e com estilo.

DSC_0008

4°) Coloque as tirinhas no recipiente.

DSC_0011

5°) Siga suas regras, mas sem trapacear, ok? A única pessoa que você engana fazendo isso é você mesma!

6°) Divirta-se!

DSC_0012

Espero que vocês tenham gostado e, claro, se animado para fazer! Quem fizer e postar, deixe o link aqui nos comentários para eu poder visitar! *-*

Um beijo e até mais! :*

***

Acompanhe o Stuck on Them: Facebook | Twitter | Instagram

Posted by

Resenha: Enquanto a Chuva Caía, Christine M.

Quando peguei pra ler esse livro, eu não estava tão empolgada; algo nele me fazia ficar com um pé atrás, o que era contraditório, já que eu lia cada vez mais coisas positivas sobre ele. Enquanto a Chuva Caía foi um livro que me conquistou aos poucos.

DSC_0001

No começo, tinha muito drama por parte de uma das protagonistas, a Marina, herdeira de uma grande empresa de Nova York. Mas, a história ficava empolgante quando Erik, o outro protagonista, narrava. Ele era um agente que fazia o serviço sujo para a polícia. Mas, quando a coisa ficou preta pro seu lado, Erik teve que se mudar pra Nova York afim de deixar as coisas se acalmarem. Logo depois de seu primeiro dia na empresa, ele se vê obrigado a ajudar ninguém menos que Marina, sua chefe, por conta de um pneu furado. A partir dali, a história dos dois começa a ser melhor desenvolvida.

Marina é meio complicada, leva uma vida dura de viúva e seu pai está cada vez mais doente. Ela não consegue superar as perdas do passado e cada vez mais, se afasta das pessoas. Erik, investigador como é, além de descobrir coisas intrigantes no passado da família de Marina, vai perceber também que uma simples atração pode virar uma grande paixão, mas esta é tão arriscada quanto a vida numa mira de uma arma.

DSC_0003

O livro é um romance/drama/suspense, e ele conseguiu me conquistar depois algumas páginas de drama. A escrita da autora é ótima, ela consegue ser bem explicativa para formar exatamente a cena que o livro está descrevendo no momento. Quando me vi, estava praticamente com a cara enfiada no livro para saber logo o que acontecia em certos momentos. :P

DSC_0005

Super recomendo para quem está procurando novas leituras e, principalmente, para as pessoas que querem conhecer novos autores brasileiros! Vale a pena! :P

Quem aí já leu, ou ficou com vontade de ler? Diz pra mim! :D
Beijos e até mais! :*

***

Acompanhe o Stuck on Them: Facebook | Twitter | Instagram

Posted by